Minha carne me excita. Dinâmico, vivo cada passo dado como o próximo que será lembrado, ou ao menos questionado. Em dados, me revelo não um jogo, mas uma questão contínua: Cabe Vida onde Estou? E se cabe, como quererei essa? Um mal estar concreto de chão duro e frio, do asfalto quente até a nobreza perdida dos bons reis. Como posso seguir sem despertar minhas virtudes? E o que São, onde Estão? ATUAÇÃO