Sou Wallace e só há meus sentimentos, minhas vontades escrevendo e desenhando meu jeito nesse espaço pequeno onde tudo em mim acontece; o limite do que sou e do que posso vir a ser, simplesmente porque tem dias em que não me basto. Há algo que reconheço como proximidade de ar respirado, de língua raspando céu da boca, de silêncio, de aconchego, de intimidade de corpos em um único corpo, o meu, Wallace, eu. ATUAÇÃO